varizes e viagem

Varizes e viagem: entenda os principais cuidados

Você já deve ter ouvido falar sobre os riscos de realizar viagens tendo varizes. Essa é uma preocupação real e que deve ser analisada com cuidado por quem sofre com o distúrbio. As varizes e vasinhos são muito mais do que uma alteração na estética das pernas e da dor, em alguns casos.

As varizes constituem um problema crônico, que pode surgir em qualquer idade. Existem fatores de risco para o seu aparecimento, como o sedentarismo, genética, obesidade, tabagismo e o uso frequente do salto alto.

Pessoas que sofrem com o problema costumam sentir um desconforto ainda maior durante viagens. A seguir, vamos entender melhor sobre os riscos envolvidos.

Por que viajar com varizes pode ser perigoso?

Ficar por muito tempo em uma mesma posição pode trazer problemas de circulação e desconforto para quem já sofre com as varizes. Quem possui o problema costuma enfrentar dificuldades quando realiza viagens, principalmente por períodos mais longos. Viagens demoradas de avião, ou até mesmo de outros meios de transporte, como o ônibus, têm sido associadas a uma piora dos sintomas das varizes e a casos de trombose venosa profunda e tromboembolismo.

Ficar longos períodos parado e com as pernas “presas” são situações que facilitam o desenvolvimento de trombose. Todos estão sujeitos a esse risco, no entanto, pessoas com varizes estão ainda mais vulneráveis, principalmente quando não há o acompanhamento médico adequado.

Algumas técnicas e posições podem contribuir para que quem sofre com o problema consiga ter uma viagem mais tranquila e sem riscos.

Dicas para uma viagem tranquila

Pessoas com varizes devem tomar cuidados especiais antes mesmo de embarcar em um avião, ônibus ou carro. A atenção começa com a escolha da roupa. Procure usar uma meia elástica – de preferência uma meia de compressão – e calçados confortáveis. Evitar o uso de jeans e roupas apertadas também contribuem para trazer maior sensação de bem-estar e prevenir dores.

Durante a viagem, é importante mover bastante as pernas. Quando for possível, levante-se e ande um pouco no veículo em que você estiver. Se for de carro é ainda mais fácil. Faça paradas a cada uma hora para esticar as pernas e fazer caminhadas.

Também é importante beber bastante água para manter o corpo bem hidratado, o que evita que o sangue engrosse demais. Portanto, nada de bebidas alcoólicas. Outra alternativa é tentar deixar as pernas um pouco mais elevadas, se possível. Deixá-las paradas em uma mesma posição prejudica a circulação, provocando até mesmo inchaços, quando não o risco de entupir uma veia.

Vale mencionar que essas dicas para combinar varizes e viagem também servem para longos deslocamentos de ônibus, carros, trens e até mesmo barcos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgiã vascular no Vila da Serra!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe